O Criador foi sustentado...

Postado por Erike Couto

Marcadores: , , , , , , , , , , ,

Detalhe do afresco da Igreja de São Jorge (Ortodoxa Grega) em Toronto - Canadá, 
Tendo feito uma reflexão hoje sobre a celebração do Natal, me veio a vontade de postá-la aqui no blog, acompanhada de uma bela mensagem, anunciada numa estranha língua do Oriente. Muita gente vê esta celebração que hoje é feita como um bom momento para estar em família, rever os parentes distantes ou um bom momento para descansar. Outros vêem nela ilegitimidade, alegando que não fora ordenada expressamente nas Escrituras. Alguns vão mais longe, e a condenam com veemência, afirmando origens pagãs quando sua data e costumes foram fixados há centenas de anos atrás.

Bem, no meio de toda esta confusão, a História cristã sempre esteve aí - tanto na época que ainda não havia o costume de celebrar a festa, quanto depois que ela passou a ser - para apregoar ao Mundo o evento central da celebração natalina: o Criador se encontrou com a criatura e o Deus Eterno se fez gente para segurar em nossas mãos e nos guiar na Sua Verdade. Este evento, por si só, transcende calendários, culturas, costumes e pensamentos. Este evento cósmico e particular, eterno e histórico, excelso e humilde ocorreu, há dois mil anos atrás, e a Glória emanada do verbo que nasceu em Belém de Judá percorre os séculos, levando a mensagem de Vida e Salvação a todos que Nele confiam.

Te convido então a rememorar mais uma vez este maravilhoso evento, ouvindo e lendo estas lindas palavras entoadas de um antigo hino cristão bizantino, exaltando a Natividade do Nosso Senhor. Este hino está em árabe, mas no vídeo contém a sua tradução paralela. Como tive a curiosidade de conferir palavra por palavra na letra original, fiz uma tradução pessoal para o português. Deus vos abençoe!




Em português:


Hoje é nascido de uma virgem Aquele que domina a Criação, possuindo-a firmemente Consigo.
-
Aquele cuja essência é incognoscível, está envolto em panos, como uma criança.
-
O Deus que estabeleceu anteriormente os Céus, desde o princípio, reclina-se em uma manjedoura.
-
Aquele que fez chover o Maná sobre o Seu Povo no deserto, se nutre com o leite dos seios maternos.
-
O Noivo da Igreja convida os Magos, o Filho da Virgem recebe os seus presentes.
-
Nós reverenciamos a Tua Natividade, ó Cristo. 
Mostra-nos a Tua Divina Aparição!

0 comentários:

Postar um comentário